Escritor de livros infantis Paulo Netho
Menu

Quem é o

Paulo Netho

Um poeta com muita poesia na cachola

Conheça o Paulo Conheça o Paulo

Quem é o Paulo Netho
Uma noite no Teatro Mágico e omenino que ouvia estrelas
Uma noite no Teatro Mágico e omenino que ouvia estrelas

Publicada em 19/09/2023

Esperei 20 anos para ir a um show do Teatro Mágico. Eis que esta semana, o Fernando Anitelli convidou eu e o Salatiel para participamos do show que ele fez ontem no Teatro Aspro, em Osasco.

Tivemos a honra de participar de um ritual de alegria. Teatro lotado, público entregue à musica, ao canto e aos encantos do Fernando; coisa linda e emocionante! Não apenas de ver, mas de viver.

Mais de duas horas e ninguém queria arredar os pés do teatro. Tudo perfeito. Equipe de primeira cuidando para que tudo desse certo e deu. Deu liga, deu vontade de voar, deu vontade de parar a noite para cantar junto até o dia amanhecer.

Que plateia mais linda e generosa! Recebeu tão bem não só eu e o Sala, mas também os talentosos Igor de Carvalho e Laura Carolinah.

E foi uma noite de encontros retumbantes. Encontrei de uma vez só: Nardão, Douglinhas e Rodrigo Rosa, esses caras que ajudam o Fernando a tocar O Teatro Mágico. E não foi só isso, não; na saída, eis que encontro o Bruno Oliveira, um menino que conheci na Fundação Bradesco, nos anos 2000, e ele me disse que ainda guarda com carinho o primeiro livro que escrevi para crianças "Coisas de Arrepiar". Hoje, ele me mandou o print da capa e do autógrafo e uma coisa dessas não tem preço, não é mesmo?

Enquanto conversava com o Bruno, um menininho chamado Artur abraçou as minhas pernas e me ofereceu o melhor dos sorrisos e me disse, olhando bem nos meus olhos, que ama os planetas e que o planeta que ele mais gosta é Saturno, porque Saturno tem um grande anel. Talvez, ao me ouvir recitando o poema do Leminski, aquele que diz que existe um planeta na dobra do sistema solar, o Artur tenha se lembrado do seu encanto por este tema.

Então, me diverti também com esse futuro astronauta que ouve estrelas e poesia. De fato, como diz o Fernando, a poesia prevalece e prevaleceu na noite de 17 de setembro de 2023.


Deseja receber informativos em seu e-mail?

Digite sua Dúvida
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.